Energia, ectoplasma e egrégora

Energia, ectoplasma e egrégora

 

Apesar das inúmeras e amplas definições existentes sobre energia, eu gosto de definir energia como tudo aquilo que o espírito, encarnado ou desencarnado, é capaz de emitir, em direção ao meio onde se encontra ou a uma ou mais pessoas.
 
Existem diversos tipos de energia, mas de forma simplificada o médium trabalha com dois tipos de energia que ele emite de si próprio: 
 
Uma é basicamente mental, a vontade, é essa energia que gera a vibração que direciona para onde irá o segundo tipo de energia, a animalizada, conhecida como ectoplasma, que está no duplo etérico (corpo energético que fica entre o corpo físico e o astral). 
 
ectoplasma é em suma um fluido magnético, normalmente os chamados médiuns magnéticos ou com um nível saudável de ectoplasma no corpo, apresentam as taxas de ferro elevadas no sangue. O ectoplasma serve como “meio de campo” entre as energias mais sutis que vem da Alta Espiritualidade e o paciente que precisa ser atendido.
 
Essas energias mais sutis são emanações energética divinas que vem diretamente da Fonte (Deus, Criador) e que gradativamente vão adentrando em todos os planos e níveis existenciais do Universo, é o chamado fluido universal que ao chegar na Terra é trabalhado por espíritos evoluídos e dividido na forma de diversos tipos de fluidos ou como alguns chamam “raios” de energia. Essa energia interage com todo o planeta e cada um de suas cores tem aplicações específicas na fisiologia espiritual humana. 
 
Nos tratamentos de cura, os espíritos mais evoluídos que trabalham com a medicina no astral trazem o fluido universal na forma adequada para ajudar em determinado processo de cura e utilizam o médium doador da energia mais animalizada (magnética, ectoplasma) e sustentado energeticamente pelo demais médiuns da mesa, a doar seu ectoplasma que terá misturado dentro dele essa energia sutil, que será absorvida pelo paciente. É como um remédio (fluido universal) que precisa de uma cápsula (ectoplasma) para ser melhor absorvido pelo corpo.  
 
Vimos duas energias básicas que o ser humano produz: a mental e a ectoplasmática
 
Pois bem, quando alguém começa a pensar muito em determinado assunto, seja algo positivo (novas formas de ajudar as pessoas, estudos mais amplos da espiritualidade) ou negativo (raiva, ódio de outras pessoas), ela cria ao redor de si o que se conhece por forma pensamento, uma energia ectoplasmática que fica orbitando ao redor do corpo da pessoa. 
 
Quanto mais nobres e sinceros forem esses pensamentos, mais ampla e iluminada será essa forma pensamento, quando mais raivosa, depressiva ou destrutiva forem esses pensamentos, mais escura e densa será essa forma pensamento e se alojará no chacra que corresponde ao problema. Por exemplo, alguém com dificuldade de perdoar outra pessoa e que cultiva sistematicamente raivas e ódios da mesma, a forma pensamento se alojará na região próxima dos rins e fígado e caso esse ódio seja ainda mais profundo, a névoa se formará sobre o cardíaco também.
 
A egrégora é um tipo de forma pensamento, mas é uma forma pensamento que não orbita nenhuma pessoa ou espírito, é simplesmente um centro, um foco de pensamentos, para onde vários espíritos canalizam seu pensamento, formando um centro de energia que se expande, recebendo energia de quem se alinha com o propósito da egrégora e ao mesmo tempo doando da energia que está ali dentro. Existem egrégoras positivas e negativas, assim como egrégoras que possuem energias positivas e negativas (mais sobre isso pode ser visto na segunda parte do texto “O que acontecerá em 21 de dezembro de 2012). Tanto a Kaaba como o Vaticano são o centro energético a nível físico de duas gigantescas egrégoras que existem no astral, a primeira ligada ao mundo islâmico, a segunda ligada ao mundo católico ocidental  
 


Sem dúvida a egrégora ligada a Kaaba é um receptáculo tanto de energias mentais como de energias ectoplasmáticas, sendo que esta egrégora está diretamente ligada a outras egrégoras que existem no mundo islâmico, como por exemplo, a egrégora que existe ligada ao Alcorão. Da mesma forma no catolicismo ocidental, tanto a egrégora do Vaticano, como a da Bíblia são egrégoras ligadas entre si. O que ocorre especificamente na Kaaba é que ela recebe energias positivas e negativas: positivas dos muçulmanos que cultivam a paz, a segurança, o modo de vida pacífico e voltado para a caridade, preceitos fundamentais do Islã, mas também recebe as energias negativas dos extremistas interessados em guerra, destruição e revanche e que utilizam o Islã como base religiosa para tais idéias. Dentre esses extremistas estão aqueles interessados na destruição da pirâmide, apesar de achar que é bem improvável que isso aconteça. Uma matéria bem esclarecedora sobre esse tema pode ser lida AQUI




Forma pensamento ligada ao ódio
 



Muitos magos negros aproveitam dessa carga de ódio e revanche existente na ala extremista justamente para fomentar uma destruição dessas, que causaria muito mais do que um desequilíbrio energético (até porque os magos negros não tem acesso aos fluxos de fluido universal que chegam a um chacra planetário da região através da Grande Pirâmide e das três grandes pirâmides que fazem sua contrapartida astral e são controladas por magos negros, que as utilizam como portais e locais para cerimônias de alienação de muitas pessoas que tem dívidas kármicas ligadas ao passado egípcio e que acabam sendo seduzidas por aquela antiga energia, acreditando piamente que fizeram iniciações para a “luz”).

 
Os magos negros sabem que em breve aquela região ficará sobre o controle dos guardiões, como exposto nos 2 textos sobre os eventos de 21 de dezembro de 2012, assim como sabem que a destruição física da Grande Pirâmide causaria grande reação da comunidade ocidental sobre o mundo islâmico naquela região e com um grande conflito, a atmosfera ficaria perfeita para que os magos negros tentassem manter o controle sobre as 3 piramides astrais que atualmente estão sob o domínio deles, mas que em breve voltarão ao domínio dos guardiões. 
 
Basicamente é isso aí, apenas como complemento segue uma pequena lista abaixo explicando alguns tipos de energia (onde se encontram fluidos e princípios nomenclaturas que são sinônimos de energia):
 
Fluido universal – Energia sutil de alta vibração emanada por Deus e que interpenetra toda a Criação e redução vibratória a medida que realiza essa “descida” dos planos superiores aos inferiores; está presente também dentro do princípio material (matéria)
 
Princípio material – Matéria, meio pelo qual o espírito se manifesta. Em sua essência o princípio material possui fluido universal, ou seja, em cada átomo, em seu centro atômico, existe fluido universal fusionado a esse centro. Mais sobre o tema no post: AQUI
 


Fluido vital – É o fluido universal presente dentro dos seres orgânicos, ou seja, o fluido universal apenas se transforma em fluido vital ou vitalizado quando entra em contato com um organismo que possua espírito.

 
Ectoplasma – Fluido de natureza magnética que surge a partir de diversos mecanismos fisiológicos do corpo físico, duplo etérico e corpo astral, que se utilizam do fluido vital e do princípio material para dessa forma produzir esse fluido magnético que fica armazenado no duplo etérico, também conhecido como corpo vital
 
Chacra Coroa energizado
 
 



Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2012/12/egregoras-ectoplasma-e-energia.html#ixzz2KiJ0uUK0