Sanat Kumara e a construção de Shamballa

Sanat Kumara e a construção de Shamballa

 

 

 

Quando o planeta estava imerso em trevas, ele se ofereceu para sustentá-lo com sua própria Luz e instalou a Chama Trina no coração dos homens

Sanat Kumara é um Grande Ser de Luz, Regente do Planeta Vênus, cuja população vive em dimensões muito elevadas. É também é conhecido como Ancião dos Dias e Deus da Paciência. Seu complemento divino é Vênus, co-regente do planeta Vênus.

Após a "queda do homem", a Terra cobriu-se de uma nuvem escura e seu quociente de luz caiu tanto a ponto de as grandes hierarquias do universo se reunirem para decidir o destino dela, já que não irradiava o mínimo de luz necessário para existir como planeta de evolução.

Nesse grande conclave cósmico, Sanat Kumara estava presente e, para espanto de muitos, ofereceu-se para manter a Terra com sua própria luz até que as milhares de almas que aqui estavam para evoluir atingissem um nível satisfatório de crescimento espiritual. Ele assumiu o compromisso de só sair da Terra quando atingisse seu objetivo - além de preparar alguém para deixar em seu lugar. Isso levou muitos eons (milhares de anos).

Antes da chegada de Sanat Kumara, 30 Kumaras vieram para preparar o planeta e construir um local para recebê-lo: Shamballa, a Cidade Luz. Esses iluminados encarnaram muitas vezes. Guiados por sonhos e intuições, foram construindo Shamballa para receber o grande Pai Kumara.

A construção durou 900 anos, pois ela sofria ataques constantes e parte do trabalho caia por terra. Seu projeto é a réplica da Shamballa Vênus. Foi construída de mármore branco, num local da Ásia Central conhecido como Ilha Branca, que ficava num lago-mar sereno onde é hoje o Deserto de Gobi, na Mongólia. Era um lugar suntuoso, com jardins e muitas flores. Podemos ter uma vaga do que foi Shamballa a partir do Taj Mahal, construído muito tempo depois por Mestre El Morya em uma de suas encarnações na India, inspirado na arquitetura da Cidade Luz. 

Concluída a cidade sagrada, Sanat kumara veio com uma corte de mestres, anjos e arcanjos. Uma grande cerimônia, que a Terra nunca tinha visto, aconteceu então. O Grande Kumara, com o auxílio de mais três, ancorou na Terra a Sagrada Chama Trina. Um dos Kumaras invocou o Raio Azul, o outro invocou o Raio Rosa e o terceiro invocou o Raio Dourado e Sanat Kumara fez uma síntese dos três, oferecendo-a à Terra e à humanidade. Imediatamente, a natureza se renovou, animais e plantas reviveram e cada homem na Terra sentiu uma faísca de amor arder em seu coração. E a Terra então começou a mudar. 

Foi uma grande momento cósmico, e muitos irmãos das estrelas se ofereceram como voluntários para ajudar no grande projeto. Segundo os registros da Grande Fraternidade Branca, 9000 seres vieram imediatamente dos reinos humano, angélico e dévico. Segundo nossa contagem de tempo, Sanat Kumara e sua equipe permaneceram na Terra aproximadamente 16 milhões de anos. 
Shamballa é o maior foco de luz da Terra, que ajuda a manter o equilíbrio energético do planeta. É é o lugar "onde a vontade de Deus é conhecida", como está escrito na Grande Invocação.

Assim que se fixou em Shamballa, Sanat Kumara fundou a Grande Fraternidade Branca, com a ajuda de dois grandes seres: Lord Gautama (conhecido mais tarde como "Buda" em sua encarnação como Príncipe Sidartha) e Lord Maitreya, o Cristo Cósmico. A partir daí, a Fraternidade Branca direcionou a evolução espiritual do planeta Terra sob a orientação maior de Sanat Kumara até que, com a entrada da Era de Aquário, o Ancião dos Dias pôde voltar ao seu planeta natal, já que a Terra já está no caminho sem volta da ascensão espiritual. 

Segundo informações dos seres de luz da Fraternidade Branca e da Confederação Intergaláctica, até o ano de 2012 do Calendário Gregoriano, a Terra terá dado seu salto quântico para outras dimensões de luz. 

Sanat Kumara, em cerimônia muito especial ocorrida em 1956, passou o seu cargo de Senhor do Mundo ao Muito Amado Lord Gautama. Shamballa está mais viva do que nunca, na Quarta Dimensão da Terra, esperando pela humanidade e pela grande ascensão planetária que já começou.

Para conectar-nos com Shamballa, sugerimos, em ambiente tranqüilo, com música suave, respirar profundamente pelo menos 3 vezes e recitar:

A Grande Invocação


Do Ponto de Luz na Mente de Deus
Flua a Luz às mentes dos homens
Que a Luz desça à Terra
Do Ponto de Amor no Coração de Deus
Flua Amor aos corações dos homens
Que o Cristo volte à Terra
Do Centro onde a Vontade de Deus é conhecida
Que o Propósito guie as pequenas vontades dos homens
O Propósito que os Mestres conhecem e servem
Do Centro a que chamamos Raça dos Homens
Que se manifeste o Plano de Luz e Amor
E sele a porta onde se encontra o mal
Que a Luz o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na Terra
(fazer o mantra OM três vezes)

Ancoragem da Chama Trina


EU SOUAmor... EU SOU Amor... EU SOUAmor
Que tudo envolve na Chama Rosa
EU SOU a Fé... EU SOU a Fé... EU SOU a Fé
Que tudo movimenta no Raio Azul
EU SOU a Sabedoria... EU SOU a Sabedoria... EU SOU a Sabedoria
Que tudo conhece na Luz Dourada

Autor: sem
Canal: sem
http://www.vialuz.com/linkArticles.do?id=325&typeId=2